Nossa história

O Instituto Pacs – Políticas Alternativas para o Cone Sul nasceu em 1986 a partir da iniciativa de economistas latino-americanos que voltavam do exílio após mais de uma década de ditaduras empresariais-militares.

Em face da agenda econômica neoliberalizante em voga naquela época, o Instituto Pacs passou a produzir pesquisas e trabalhos práticos que apontavam para a necessidade de construir políticas socioeconômicas alternativas à lógica do mercado e da rentabilidade a qualquer custo.

Na contramão disso, para nós a vida sempre esteve acima do lucro. Por isso, fomos pioneiros na luta pela integração dos povos do Cone Sul, nas propostas de uma Democracia ancorada numa economia a serviço dos setores populares, e um dos fundadores dos movimentos de comércio justo e economia solidária no Brasil. Participamos da criação das Redes REBRIP (Rede Brasileira pela Integração dos Povos), RBIFM (Rede Brasileira sobre Instituições Financeiras Multilaterais) e das Redes Jubileu Brasil e Américas, dentre outras ações e iniciativas que a história mostrou serem centrais. Entre estas a aposta no protagonismo das mulheres nas lutas que encampamos.

Somos uma organização da sociedade civil que atua a partir do tripé Informação e Educação, Incidência sobre os centros de poder e Inovações na práxis do Desenvolvimento e da Democracia. Logramos construir nessa trajetória de três décadas trabalhos em prol de “políticas alternativas” para a economia do mundo, da América do Sul, do Brasil e do Rio de Janeiro, onde estamos sediados.

Conheça nossa história: http://30anos.pacs.org.br/