Instituto Pacs e GT Mulheres da AARJ lançam cartilha sobre agroecologia, feminismos e resistência no Rio de Janeiro

A agroecologia é uma das respostas ao modelo de desenvolvimento capitalista que nos aprisiona e impõe força enquanto resistência. A vida, a luta e a resistência das mulheres agricultoras do estado do Rio de Janeiro frente aos racismos ambientais a que são submetidas no dia a dia são alguns pontos abordados na cartilha “Guardiãs do Território: Agroecologia e Resistências no estado do Rio de Janeiro”, que foi lançada ontem no encontro do GT de Mulheres da Articulação de Agroecologia do Rio de Janeiro

Cartilha “Guardiãs do Território” aborda a agroecologia como exemplo de resistência no estado do Rio de Janeiro

“A territorialidade nos constitui e nos encarna como forma de encantamento da vida. As mulheres têm uma relação intrínseca e indissociável com o território onde habitam (…). Nada que acontece a um território deixa de ser sentido pelo corpo de uma mulher que faz daquele lugar morada. Especialmente se esta mulher planta”, diz um trecho da publicação.

O material aborda o tema da agroecologia a partir do olhar das mulheres e da relação de seus corpos com os territórios onde vivem, plantam e colhem. Além disso, foi lançado o vídeo “Guardiãs do Território: Agroecologia e Resistência no Rio de Janeiro”, que mostra as histórias de algumas das agricultoras que  resistem a partir da agroecologia em diferentes partes do estado. Ambos os materiais foram produzidos com o apoio da Fundação Rosa Luxemburgo.

O Grupo de Trabalho de Mulheres da Articulação de Agroecologia do Rio de Janeiro, que irá completar seis anos de existência, conta com agricultoras das regiões Metropolitana, Serramar, Costa Verde, Serrana, Norte e Médio Paraíba do estado. Além de promover espaços de formação e intercâmbio, o grupo se articula em prol da união e da visibilidade das mulheres nos espaços da agroecologia e da agricultura familiar, que resiste à conjuntura política atual e a um modelo de desenvolvimento hegemônico cada vez mais ameaçador.

 

Encontro do GT Mulheres da Articulação de Agroecologia do Rio de Janeiro

 

 

 

A versão online da cartilha está disponível para download na Biblioteca Berta Cáceres, através do link: http://biblioteca.pacs.org.br/publicacao/guardias-do-territorio-agroecologia-e-resistencias-no-estado-do-rio-de-janeiro/

Assista o vídeo também no canal do Instituto Pacs no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=bl9MOFKFD3A

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*