Formação em incidência política e sistematização de experiências reúne organizações da sociedade civil em Brasília

Cerca de 20 organizações de várias regiões do Brasil participaram, de 16 a 21 de junho, de uma formação sobre incidência política ofertada pelo Centro de Assessoria e Apoio a Iniciativas Sociais (Cais) a parceiros de Misereor. A ideia era aprimorar a capacidade de  definição e utilização das estratégias de incidência política, considerando cada contexto específico e propiciando o avanço dos processos de mudança social para a melhoria efetiva na vida das populações.

Durante os três dias, o Instituto Pacs partilhou com representantes do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), da Pastoral Carcerária, da Comissão Pastoral da Terra (CPT), dentre outros, experiências nos processos de educação popular e assessoria a grupos impactados por megaprojetos, dentre eles, o processo de resistência às violações de direitos cometidas no contexto da instalação e funcionamento da Companhia Siderúrgica do Atlântico, localizada em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Marina Praça, coordenadora do Pacs, destacou que a metodologia de condução da formação baseou-se no intercâmbio de experiências e outros referenciais da educação popular como o trabalho em pequenos grupos e a discussão coletiva de situações e conflitos. O curso terá duração de 3 módulos, cada um com quatro dias de oficina.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*