Militarização do cotidiano em debate no Museu da Maré

por Comunicação Pacs com informações do Museu da Maré 

O Museu da Maré completa 12 anos e celebra a 16ª Semana Nacional de Museus com programação especial. Nesta quinta-feira (17/05), a partir das 19h, o Museu exibe o filme Soldados do Araguaia e lança a publicação Militarização do Cotidiano: um legado olímpico, do Instituto Pacs, com roda de conversa. O evento é aberto ao público, e a publicação tem distribuição gratuita.

A mais recente produção do Instituto Pacs é lançada no momento em que a população do Rio assiste estarrecida à escalada da militarização em um momento de intervenção militar e com a execução política da vereadora Marielle Franco, que completou mais de 2 meses sem solução.

A publicação busca contribuir com a vocalização das resistências de comunidades, setores sociais e pessoas ameaçadas pela presença militar. O documento reúne reportagens, artigos, entrevistas e infográficos que ajudam a compor um quadro sobre a militarização do nosso dia a dia como legado das Olimpíadas de 2016. A publicação apresenta leituras que vão desde o impacto da militarização na vida das mulheres até a análise desse fenômeno no Rio como um modelo de ocupação e controle das cidades em todo o mundo. Artigo inédito traz um apanhado histórico de golpes e invasões militares no Haiti no contexto de saída das tropas de invasão da Minustah e suas relações com a militarização no Rio.

Saiba mais sobre a publicação aqui

Seguindo a linha do tema da violência de Estado, o documentário Soldados do Araguaia (Brasil, 2017) se propõe a dar voz às memórias e traumas de recrutas de baixa patente do Exército Brasileiro que combateram na sangrenta Guerrilha do Araguaia. Marginalizados pela historiografia oficial por sua filiação ao Exército, e pelo próprio Exército, por suas denúncias contra a corporação, esses personagens encontram uma oportunidade inédita de compartilhar sua versão dos fatos. Da convocação junto às comunidades ribeirinhas e rurais até a dispensa após o extermínio da guerrilha comunista, os relatos dos ex-soldados compõem uma narrativa em que recrutas e guerrilheiros se confundem debaixo da opressão militar.

Assista ao trailer do documentário

 

Roda de conversa de lançamento da publicação Militarização do Cotidiano: um legado olímpico e exibição do filme Soldados do Araguaia

17 de maio (quinta-feira), das 19h às 21h30

Local: Museu da Maré (Av. Guilherme Maxwell, 26, Rio de Janeiro)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*