As lutas que educam na América Latina

As lutas que educam na América Latina – Vigilância Popular Ambiental na resistência frente aos grandes projetos de desenvolvimento e as pedagogias emergentes dos conflitos socioambientais na América Latina.

O Instituto PACS, o Coletivo Haveté e o GEASUR convidam a todas e todos para construir um espaço de debates e reflexões a partir do que aprendemos com as práticas de resistências construídas “desde abajo“. Das lutas que surgem de contextos latino-americanos submersos em injustiças ambientais e sociais gerados por grandes empresas transnacionais.

 

O encontro “As lutas que educam na América Latina” nasceu da necessidade de partilhar experiências de vigilância popular, monitoramento ambiental, ações de denúncias, de formação e de pesquisa militante realizadas por coletivos, comunidades e organizações atingidas por mineradoras, siderúrgicas, petroleiras e tantas outras formas de expressão do dito desenvolvimento na América do Sul.

Contaremos com a participação de experiências do Equador, Peru, Argentina, Maranhão e Rio de Janeiro, além de exposições e apresentação de curtas.

Horários:
18h – Apresentação de curtas e exposições: Baía de Sepetiba e Santa Cruz – Em busca de um futuro legal e “Los Muros”
19h – Roda de Conversa – As lutas que Educam
* Apresentação das experiências
* Debate
21h -Finalização e confraternização

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*