Estão abertas as inscrições para o curso Mulheres e Economia 2016

pacs novo

Estão abertas até o dia 22 de junho, as inscrições para a edição 2016 do Curso Mulheres e Economia I, uma realização do Pacs em parceria com a Feuc/Neurb, a Universidade da Cidadania/UFRJ e o IFHEP.

A formação acontece às quartas-feiras, das 9 às 18h, na sede do Sindicato dos Professores do Rio de Janeiro (Sinpro), localizado na Rua Manaí, 180 em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. O curso é exclusivo para mulheres, é gratuito e oferece ajuda de custo no transporte e certificado de extensão pela UFRJ.  A formação  totaliza uma carga horária de 45 horas e abarca temas como trabalho, saúde, acesso a políticas públicas, endividamento público, economia solidária, dentre outros, através de uma metodologia baseada na educação popular.

A Economia é política e deve estar nas mãos das mulheres

Como esse mote,há doze anos, nascia o Curso Mulheres e Economia, uma proposta do Pacs de educação popular e exercício de autogestão para o empoderamento de mulheres nos temas da Economia Política e do Mundo do Trabalho. A formação completou em 2014 dez anos de existência e já formou mais de 500 mulheres da Zona Oeste e outras regiões do Rio de Janeiro.  Para marcar o ciclo de dez anos, foram produzidos um vídeo documentário e uma cartilha partilhando as histórias e experiências acumuladas. Confira:

Confira a chamada:

Em casa, nas ruas, no campo e nas fábricas, todas as mulheres são trabalhadoras! São elas as maiores responsáveis pelo cuidado das pessoas e pela produção do viver. Porém, muitas vezes, isto passa despercebido pelo conjunto da sociedade e por nós mesmas.

É a partir do trabalho que a sociedade se organiza e que a economia avança. Porém, na sociedade capitalista, racista e patriarcal, as mulheres enfrentam uma realidade de desigualdade e subordinação no mundo do trabalho. No mercado de trabalho assalariado, apesar das conquistas alcançadas, elas muitas vezes recebem salários menores para os mesmos cargos desempenhados por homens e são maioria no trabalho precarizado e informal, especialmente as mulheres negras. Além disso, são as mulheres que mais sofrem com a cultura desigual de distribuição das tarefas de cuidados, com seu trabalho “invisível” como as tarefas domésticas que, ainda hoje, são consideradas “femininas”. Tudo isto reflete uma realidade de sobrecarga, múltiplas jornadas de trabalho e de muita discriminação em nossas vidas.

Assim, o que vemos é que, nós, mulheres ainda enfrentamos uma realidade muito desafiadora para a conquista da autonomia econômica e financeira. E que as relações de dependência e subordinação nos tornam mais vulneráveis a situações de violência e opressão. Entender os processos político-econômicos dominantes na nossa sociedade é um passo importante para a compreensão crítica desta realidade e também para a auto-organização capaz de superar essas injustiças.

Por tudo isso, convidamos as mulheres a participarem do curso Mulheres e Economia I que, há 12 anos, promove um trabalho em formação política feminista. Foram muitas as companheiras que passaram por essa experiência coletiva de aprendizagem da economia.

Afinal, a Economia é Política e deve estar nas mãos das mulheres!

cartaz11

Carga horária: 45 horas. Às quartas feiras das 9h às 18h.

Local: Sinpro- Rua Manaí, 180, Campo Grande (próximo à faculdade Moacyr Bastos).

Inscrições: mulhereseeconomia@yahoo.com.br /  Tel: 22102124

 

2 comentários sobre “Estão abertas as inscrições para o curso Mulheres e Economia 2016

  1. Gostaria muito de passar por essa experiência coletiva de aprendizagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*