Treliça: filme denuncia violações cometidas por TKCSA em Santa Cruz (RJ)

Neste sábado, 27, a partir das 18h,  o Treliça, documentário produzido pelo Pacs em 2015 sobre a resistência dos moradores e moradoras de Santa Cruz à Tkcsa, será exibido no Cine IFHEP. Haverá a exibição de dois curtas que tratam dos impactos dos megaeventos e o desenvolvimento predatório sobre as periferias. Além do Treliça, será exibido o Resiste, Vila autódromo. Após o cine e o debate haverá um sarau para alegrar a noite com muita poesia, música e resistência.

Participe e ajude na divulgação!

Sábado, 27 de favereiro, à partir das 18h.
Local: IFHEP – Rua Henri Dunant, 156, Campo Grande.

Confirme presença: https://www.facebook.com/events/1502385510070504/

Sinospe Treliça

 Há dez anos, moradores e moradoras de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enfrentam as consequências da instalação da ThyssenKrupp Companhia Siderúrgica do Atlântico – TKCSA. Vivendo à margem da cidade maravilhosa, os moradores da região sofrem o adoecimento e a interrupção do seu modo de vida após a chegada da maior siderúrgica da América Latina. O documentário Treliça, filmado em 2015, traz imagens e histórias de um Rio de Janeiro invisível nos cartões postais e nas propagandas dos megaeventos esportivos. Concebido pelo Pacs, o filme traz depoimentos de quem teve sua vida relegada ao pó em nome de um modelo de desenvolvimento predatório. É um convite a nos entrelaçarmos à busca por justiça.

Treliça

Brasil /2015/ Documentário / 16min

Ficha técnica

Roteiro: Fabio Rocha, Neto de Oliveira e Miguel Borba de Sá

Direção: Neto de Oliveira

Apoio: Desenvolvimento e Paz e Fundação Rosa Luxemburgo

2 comentários sobre “Treliça: filme denuncia violações cometidas por TKCSA em Santa Cruz (RJ)

  1. Excelente trabalho na perspectiva socio-ambiental e de sustentabilidade de nossos ecossistemas.

    • Olá Dierci! Obrigada pelo contato! Se quiser se manter informado desse tema e do trabalho do Pacs pode assinar nosso Boletim. Basta se inscrever no site ou mandar email para: pacsinstituto@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*