Filme Pulmões de Aço mostra a realidade comum de três comunidades atingidas por siderúrgicas, no Brasil e na Itália.

Screen shot 2014-05-02 at 7.33.41 PM
A realidade vivenciada por famílias que convivem com a poluição de siderúrgicas no Brasil e na Itália é tema do filme “Pulmões de aço – Resistências locais frente a injustiças globais”, documentário de Paolo Annechini e Andrea Sperotti, que será lançado quinta-feira a noite no “Encontro dos Atingidos: quem perde com os megaeventos e megaempreendimentos?” organizado pela Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa (ANCOP). O encontro está sendo realizado em Belo Horizonte, no Colégio Municipal Marconi, em Belo Horizonte (dias 1, 2 e 3 de maio).
Cerca de 600 pessoas atingidas pela Copa, Olimpíadas e Megaempreendimentos, de todas as regiões do país, asssitirão o filme que conta a história de moradores vizinhos a plantas siderúrgicas da Vale, empresa brasileira, em Piquiá (Maranhão), Santa Cruz (Rio de Janeiro) eTamburi de Taranto (Itália). O filme mostra como o atual modelo de desenvolvimento brasileiro, com a realização de megaeventos e megaempreendimentos com intenso apoio do Estado brasileiro, exploram e violam direitos de trabalhadores e comunidades no Brasil e em outros países em que as transnacionais brasileiras, como a Vale, atuam.
O filme será apresentado por uma moradora e um pescador de Santa Cruz, uma das comunidades retratadas no filme, que estão participando do encontro da Ancop. Ele pode, e deve, ser acessado pelos links: http://youtu.be/lKPRmUpKMSg (em italiano) ehttp://youtu.be/oL0JIX8AVIE (em português). Em breve também será apresentação uma versão em inglês.
Veja o filme e divulgue!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*