Estudos de Caso – TKCSA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Desde 2006, ano do início da construção da TKCSA no bairro de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, o Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul, começou o trabalho de estudo e pesquisa dos impactos sociais, ambientais e econômicos que a instalação da transnacional alemã acarretaria para a população da região e de comunidades em torno da siderúrgica.

Conheça e baixe as publicações:

Uma andorinha só não faz verão: resistir para não deixar a Baía de Sepetiba virar uma lixeira industrial [visualizar]

Companhia Siderúrgica do Atlântico : Impactos e Irregularidades na Zona Oeste do Rio de Janeiro – [2ª Edição] [3ª Edição]

Ambientalismo de espetáculo: a economia verde e o mercado de carbono no Rio de Janeiro [visualizar]

A vida acima do lucro! [Visualizar]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*